Palavra do Presidente

Palavra do Presidente

O mês de maio de 2017 iniciou-se dando a impressão de recuperação econômica. Após dois anos de retração, já é possível ver indicadores positivos embasando boas perspectivas. Inflação e juros em queda, dólar na casa dos R$3,00, Bovespa em patamares animadores, risco Brasil contido, reformas da Previdência e Trabalhista em curso de aprovação. A instabilidade poderia vir somente da política, pelos desdobramentos da Operação Lava Jato. E veio. Menos de vinte dias depois, as últimas ações que atingiram a Presidência da República provocaram um efeito imediato no dólar (hoje cotado a R$3,25) e na Bolsa (índice Bovespa em queda de 1,54%). As dúvidas sobre a política brasileira fizeram com que os investidores revisassem suas carteiras.

Contudo, para um dos principais agentes econômicos do Brasil, a indústria, o momento é de reafirmação de seus planos e propósitos, que apontam para um Brasil economicamente sustentável. O setor eletroeletrônico mantém seu foco na recuperação do emprego, na retomada do consumo e na continuidade das mudanças indispensáveis advindas das reformas econômicas. Mantém suas expectativas calçadas no trabalho pela recuperação da economia e que ele siga seu curso, independentemente das turbulências do momento. Estamos ancorados no que se alcançou de positivo até o momento, com muito custo, durante todo o processo de crise.

Lourival Kiçula

Presidente executivo

(leia mais na Sondagem ELETROS de maio)