Palavra do Presidente

Palavra do Presidente

Palavra do Presidente

 

Em 2015, o Brasil atravessou períodos de grande instabilidade econômica e política, que se refletiram diretamente na indústria. Para este ano, é necessário que haja uma reação que desperte mais confiança no mercado e nos empresários.  É fundamental a condução de uma agenda positiva e ações direcionadas para a melhoria da competitividade e o estímulo à retomada da economia.

A indústria de eletroeletrônicos também sentiu os reflexos da vulnerabilidade do cenário econômico. Com a retração do consumo, as vendas apresentaram queda e os fabricantes tiveram de que se adaptar à nova demanda.

Nesse cenário, a indústria ainda tem de enfrentar mais um grande desafio – a possibilidade de aumento da alíquota de importação do aço. Os setores de bens de capital representam 80% do consumo de aço no País.  Se essa medida for aceita, haverá grande impacto na competitividade da indústria e de toda a cadeia produtiva. O aumento na alíquota prejudicará muito os esforços do setor para manter o nível de emprego, e o repasse de preços ao consumidor final será inevitável. A proposta está sendo analisada pelo governo.

A ELETROS não é contra deter a importação, mas sim contra o aumento do preço interno, pois é necessário que sejam tomadas medidas para recuperar a capacidade de investimento. Se a indústria tiver um ambiente de negócios favorável, certamente haverá condições para superar o atual momento, alcançar a estabilidade e retomar o tão esperado crescimento.

 

Lourival Kiçula

Presidente executivo